DICAS E CURIOSIDADES

Como (e por que) investir no quarto montessoriano para o seu filho?

Quando a decoração adentra a dimensão do educar, é possível unir o útil ao agradável, chegando ao ideal. É assim com o quarto montessoriano: nele, o foco é estimular ao máximo o desenvolvimento da criança de diversas maneiras, todas bem simples e fáceis de colocar em prática.

Neste post, vamos mostrar a você como criar um ambiente lúdico e interativo para o seu bebê, e as diversas razões que justificam investir nessa ideia.

A importância do quarto do bebê

O quarto do bebê é o primeiro espaço dele. É nele que o pequeno passa grande parte do tempo, e faz suas primeiras explorações do mundo ao redor. Também é nesse espaço que ficam as coisas que compõem o seu mundo: artigos de higiene, roupas, brinquedos e tudo o mais. Assim, é de fundamental importância preparar esse recanto de forma que permita à criança desenvolver-se e conquistar autonomia.

O que é um quarto montessoriano

Lugar pronto para servir a múltiplas descobertas, espaço construtivista onde tudo está ao alcance da mão e pode ser escolhido livremente pela criança. Assim é um quarto montessoriano. Nele, os limites impostos por barreiras físicas, como grades de berços e cercadinhos, são definitivamente abolidos em prol de possibilitar experiências ao pequeno, que encontra à sua disposição tudo o que é necessário para desenvolver suas potencialidades.

A ordem das coisas em um quarto montessoriano

O método montessoriano privilegia a organização. Assim, para segui-lo, a arrumação do quarto é fundamental. Por isso, cada item do ambiente deve ser exposto à criança de maneira separada dos demais. Ou seja, cada coisa em uma seção ou compartimento, sempre mantendo o foco em deixar tudo ao alcance da criança.

Como arrumar o quarto segundo a proposta montessoriana

Visando dar à criança os recursos necessários a um desenvolvimento sadio, aguçar sua curiosidade e conduzi-la a buscar novos conhecimentos e habilidades, o quarto montessoriano irá apresentar determinadas especificidades.

Conheça-as, a seguir!

  1. Os brinquedos devem ser separados dos demais itens, e ofertados em sistema de rodízio. Quer dizer: você dispõe alguns tipos de brinquedos durante um tempo, depois os substitui por outras variedades. Desse modo, a criança despertará para as diversas possibilidades do brincar, porém de forma ordenada e sem ser submetida a um excesso de informações – que podem confundi-la e torná-la dispersiva.
  2. Para ter um lugar para cada coisa, a dica é usar e abusar de cestos, caixas e prateleiras, que precisam ser colocados em lugares bem visíveis.
  3. Aposte em brinquedos chamativos, coloridos, grandes. Prefira os jogos de montar, as formas geométricas de encaixar, os cubos para empilhar: eles servem para a criança dar os primeiros passos na aquisição da noção espacial.
  4. Deixe instrumentos musicais simples, como uma flauta ou tambor, disponíveis para a criança.
  5. Faça dos móbiles e caixinhas de música seus aliados na tarefa de levar música aos pequenos.
  6. Livros ricamente ilustrados e que tenham letras e números em tamanho que despertem atenção são obrigatórios, nesse universo infantil.

O lugar de dormir em um quarto montessoriano

Como já citado anteriormente, no quarto preparado para estimular a criança não há berço. No lugar desse móvel, que limita o movimentar da criança, surgem outras soluções. Um colchão sobre um estrado substitui perfeitamente o congênere mais tradicional, com a vantagem de permitir que o bebê fique muito mais à vontade.

Outro substituto perfeito para o berço é a colchão futon. Ele pode ser colocado sobre madeira ou armação de metal, e dá à criança toda liberdade que ela precisa: tanto para se movimentar como para enxergar tudo que a cerca.

Você pode aumentar sua sensação de segurança em relação ao soninho do bebê colocando cobertorzinhos enrolados em volta dele. Isso se quiser evitar que ele role para o chão, e somente até ele aprender a engatinhar.

Móveis no quarto montessoriano

Como a intenção que se tem ao adotar os princípios montessorianos no arranjo do quarto do bebê é incentivar a liberdade e autonomia, espaço é indispensável. Por isso, esqueça os gaveteiros e outros móveis volumosos e que diminuem a área de circulação.

Lance mão de prateleiras, fixando mais altas aquelas que servirão para apoiar materiais que o bebê não deve manipular — como cremes, talcos, fraldas e outros artigos de higiene.

Já as demais, contendo tudo aquilo que o bebê pode — e deve — mexer, podem ser instaladas a uma pequena distância do chão, ficando bem acessíveis à criança.

Acessórios para o quarto montessoriano

Para encorajar a jornada de conhecimento do seu pequeno, é primordial colocar alguns elementos no recanto onde ele iniciará sua exploração.

Portanto seu quarto deverá ter:

  • Tapete – ele dá ao ambiente mais aconchego, e por ser quente e macio, incentiva a criança a fazer suas incursões pelo quarto.
  • Quadros com figuras e imagens típicas do universo infantil, bem coloridos — de preferência em tons que remetam à tranquilidade.
  • Espelho – importante tê-los, e optar pelos fabricados em acrílico, para garantir total segurança. Colocado em posição horizontal, o espelho permite ao bebê se enxergar por inteiro. Com o tempo, e o crescimento da criança, é só mudar a posição para conseguir o mesmo efeito.
  • Barra de apoio – pode ser instalada em vários pontos do quarto, serve para ajudar a criança em suas tentativas de ficar em pé. Posicionada próxima ao espelho, tem duas finalidades: permitir que a criança veja seu próprio corpo, e o descubra; levar o bebê a reconhecer sua imagem separada da imagem de sua mãe.

Roupas e calçados no quarto montessoriano

De acordo com a corrente educativa montessoriana, a criança vai ganhar autonomia ao fazer suas próprias escolhas desde cedo. Assim, em seu quarto as roupas e os calçados devem ficar expostos a ela, facilitando que pegue-os e decida quais quer usar.

Mesmo que, no começo, ela vista as peças do lado errado e não saiba direito qual sapato vai em cada pé, é fundamental deixar a criança fazer suas experimentações.

Com o tempo e a prática, suas habilidades vão se desenvolver, e ela será capaz de se vestir sozinha. O que lhe dará a impressão — correta — de autonomia e maior independência, além da percepção de suas escolhas serem respeitadas e valorizadas pelos que a rodeiam.

O quarto montessoriano vem ganhando cada vez mais adeptos, à medida que estão sendo descobertos os seus benefícios para as crianças nos primeiros anos de vida. Entre esses benefícios estão desenvolver no bebê maior independência, autonomia e capacidade realizadora. Com seu enfoque privilegiando as descobertas infantis, o quarto funciona não só como um lugar para dormir.

Preparado seguindo o método de Maria Montessori, reconhecida médica e educadora, ele assume a função de ambiente de aprendizado, no qual tudo é pensado para proporcionar liberdade, incentivar a criatividade e preparar os pequenos para os grandes desafios da vida.

Divulgue essa ideia entre os amigos, compartilhando-a em seu Facebook!

0 comentário em “Como (e por que) investir no quarto montessoriano para o seu filho?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: