DATAS ESPECIAIS NATAL

Como ter um natal solidário este ano?

O Natal é uma época que inspira solidariedade. Dar presentes, ajudar o próximo e compartilhar são atitudes características desse período. Porém, não é raro que a gente se deixe levar pelo consumo, pelas vitrines atrativas de todas as lojas e pelos banquetes tão comuns nas festas de final de ano. Dessa forma, acabamos nos esquecendo do verdadeiro espírito natalino.

Mas como ter um Natal solidário? Existem algumas atitudes simples e gratificantes que, além de representarem bem esse momento de ajuda mútua, farão com que você ― e algumas pessoas em situação de rua ― tenham um Natal muito mais feliz!

Continue a leitura e comece agora mesmo a colocar as ações a seguir em prática!

Apadrinhe uma cartinha ao Papai Noel

Realizar sonhos, espalhar a solidariedade e até mesmo transformar uma vida. Esses são os objetivos da campanha “Papai Noel dos Correios”, que existe há mais de 25 anos.

Durante um período que antecede o Natal, os Correios recolhem cartinhas escritas ao Papai Noel por crianças em situação de vulnerabilidade social. Depois, disponibilizam nas agências de todo o Brasil para quem quiser apadrinhar. O objetivo é que 100% das cartas sejam, pelo menos, respondidas.

A campanha acontece, normalmente, nos meses de novembro e dezembro. Além de disseminar o espírito natalino de solidariedade, o Papai Noel dos Correios é uma forma de estimular o desenvolvimento das habilidades de redação das crianças.

Os pedidos variam muito e vão desde material escolar, cesta básica, a brinquedos e roupas. Algumas cartinhas são emocionantes. Após comprar o presente, ele deve ser entregue aos Correios para que seja enviado à criança. Essa é uma forma da instituição manter a crença dos pequenos no bom velhinho. Por isso, o endereço do apadrinhado não é informado ao padrinho.

Comece a considerar essa opção como uma forma de ter e proporcionar um natal mais feliz para alguém necessitado.

Proponha um amigo-secreto diferente

O amigo-secreto é uma das brincadeiras mais tradicionais das festas de final de ano. Seja com os amigos, colegas de trabalho ou com a família, é possível tornar essa brincadeira também solidária.

Cada participante deve procurar uma pessoa ou família necessitada e identificar um presente (também pode ser um valor em dinheiro) adequado para a necessidade de quem será presenteado. Por fim, os amigos trocam os presentes e marcam uma visita juntos para entregá-los. Que tal?

Ajude uma instituição de caridade

Instituições de caridade estão sempre precisando de ajuda. Idosos, crianças e famílias em situação de rua, pessoas com deficiência, são muitos os públicos atendidos. Procure alguma em sua cidade ou região e procure saber qual a maior necessidade da instituição no momento: podem ser alimentos, itens de limpeza, material escolar ou roupas. Aqui vai uma inspiração:

A Found It é parceira da ONG Instituto C. A ONG existe há 5 anos e ajuda famílias de crianças em grande vulnerabilidade social. No início, o foco era crianças com doenças graves, mas hoje o Instituto procura atender aquelas que não têm seus direitos básicos atendidos. Até hoje já foram mais de 1.200 beneficiados.

Um dos objetivos da ONG é oferecer para as famílias uma possibilidade de diversificar a fonte de renda, por meio de capacitação para confecção de produtos, como fantoches, jogos americanos e babadores. Não é uma ótima opção? Você presenteia quem você ama e ainda contribui para um Natal solidário.

Mas não se esqueça: o espírito solidário não deve ficar restrito a você. É preciso conscientizar todos à sua volta, especialmente os filhos, afinal, eles é que poderão depois transmitir esse valor para outras gerações.

Incentive seus filhos a também serem solidários

1. Dê o exemplo

Como disse Albert Schweitzer, filósofo alemão, “dar o exemplo não é a melhor maneira de influenciar os outros. É a única”. Portanto, para que seus filhos sejam solidários no futuro, esse valor deve ser praticado por você, dentro e fora de casa.

Sendo assim, com atitudes simples no dia a dia, como ajudá-lo com a tarefa da escola, ser paciente e solícita com os questionamentos, demonstrar prazer em poder ajudar, inspire-o a seguir seus passos naturalmente e, sempre que possível, converse sobre o assunto para reforçar a importância de ser solidário com o próximo.

Outra boa forma de colocar a solidariedade em prática dentro de casa é nas tarefas domésticas. Peça que seu filho te ajude a guardar a louça, tirar o lixo, arrumar a cama. Aos poucos, essas atitudes se tornarão hábitos e ele passará a te ajudar naturalmente.

2. Ensine-o a ser solidário na escola

O ambiente escolar é propício para que seu filho pratique a solidariedade, afinal, esse é o local em que ele convive com pessoas fora do meio familiar e exerce seus valores sociais.

Converse com ele sobre bullying, sobre ajudar e ser solidário com possível um amigo que sofra com essa prática. Além disso, você pode falar sobre a importância de “enturmar” um coleguinha novo ou ainda emprestar algum material escolar para alguém que não possua. Essas atitudes certamente despertarão nele o senso de solidariedade.

3. Fale sobre a importância de se colocar no lugar do outro

Essa é a última dica, mas não menos importante que as demais. A melhor forma de colocá-la em prática, é depois de algum conflito.

Suponhamos que seu filho brigou com um amiguinho e o agrediu. Chame-o para algum canto e pergunte: “vamos conversar sobre isso que aconteceu?”. Com paciência e carinho, pergunte em seguida: “você gostaria que ele fizesse isso com você?”. Certamente a resposta será “não”.

Essa é a brecha para que você fale sobre a importância de se colocar no lugar do outro, sobre não fazer com alguém aquilo que ele não gostaria que fizessem com ele. Com situações práticas e sempre com paciência, é claro, fica mais fácil de fazer com que ele entenda esse tipo de ensinamento.

Seguindo essas dicas e aplicando, na prática, os ensinamentos sugeridos aqui, além de ter um Natal solidário, você se tornará uma pessoa mais solidária todos os dias do ano e, de quebra, transmitirá esse valor tão importante para seus filhos.

Gostou do nosso post? Deixe um comentário e compartilhe com a gente suas dúvidas, sugestões e opiniões!

0 comentário em “Como ter um natal solidário este ano?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: