DESTAQUES DICAS E CURIOSIDADES

Harmonização de vinhos com carne: como fazer?

Quem não gosta de chegar em casa e tomar aquele bom vinho, não é mesmo? Para ficar ainda melhor, é possível que você harmonize com uma boa refeição.

Um jantar que contenha uma harmonização de vinhos com carnes pode ser inesquecível. O princípio base dessa combinação é o equilíbrio. Os sabores devem se complementar, ou seja, quanto mais intenso for o sabor da preparação, mais encorpado deve ser o vinho utilizado.

Além disso, outros fatores influenciam na hora da harmonização, como o molho da carne, o modo de preparo e os temperos. Ficou curioso? Confira agora como fazer!

Carnes grelhadas

Esse método de cocção, como acontece com o churrasco, pede por vinhos que sejam mais encorpados, com acidez, ricos em taninos e com a fruta bem pronunciada, como por exemplo o Tannat e o Malbec. Se a carne estiver bem passada, busque harmonizar com vinhos de intensidade média, com menos amargor, como é o caso do Merlot.

Carnes com molhos

Essa harmonização vai acontecer de acordo com o sabor e a intensidade dos molhos. Vinhos mais potentes harmonizam com molhos que também sejam mais potentes, com aroma e sabor fortes e que tenham o uso de especiarias na preparação.

Já as carnes com molhos gordurosos e suculentos combinam com os vinhos feitos a partir da uva Shiraz. Molhos leves e cítricos caem bem com um Sauvignon Blanc e Chardonnay, com creme de leite e cogumelos um Pinot Noir e também o Chardonnay. Se o molho conter vinho no preparo, é interessante usar esse mesmo vinho para harmonizar. Vale a pena experimentar!

Carnes cozidas e almôndegas

Para essas combinações, existe uma grande variedade. Como as almôndegas possuem molho de tomate, é possível usar vinhos italianos. Um Chiant, por exemplo, é uma ótima pedida.

Já para as carnes cozidas as possibilidades são ainda maiores! Experimente com um tempranilo ou vinhos tintos do Rhône.

Carnes de caça e cordeiros

Por serem carnes que possuem um forte sabor, a harmonização deve ocorrer com vinhos encorpados e intensos. Um exemplo é o Cabernet Sauvignon, bem encorpado e que combina muito com esses tipos de preparações.

Carnes suínas

Esse tipo de carne possui um alto teor de gordura e um sabor mais sutil que as carnes vermelhas. Por isso, busque harmonizar com vinhos tintos que sejam mais suaves como é o caso do Riesling e do Rosso Di Montalcino.

Harmonização de vinhos com peixes e frutos do mar

Uma combinação infalível é harmonizar esses alimentos de sabor sutil e delicado com vinhos brancos e refrescantes. A carne de peixe tem um encaixe perfeito com um toque suave na bebida. Experimente com o Sauvignon Blanc!

Viu como existe uma variedade imensa de combinação na hora de fazer a harmonização de vinhos com carnes? Além de promover um jantar a dois, você pode chamar os amigos para aproveitar com você! Só tenha cuidado para não sobrepor os sabores, combinado? Lembre-se sempre de buscar o equilíbrio. Níveis parecidos de acidez e de doçura entre os vinhos e os pratos farão toda diferença no seu paladar!

E aí, gostou desse post? Você já fez alguma dessas combinações ou outra que não citamos aqui? Deixe nos comentários a sua experiência! Até a próxima!

0 comentário em “Harmonização de vinhos com carne: como fazer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: